Você sabia que vírus, ransomware, spyware e trojans são classificados como tipos de malware? Existindo durante décadas, estas ameaças cibernéticas cresceram em número e intensidade. Escusado será dizer que vale a pena saber como cada um deles funciona, bem como proteger seu negócio.

 

Vírus

Criado para irritar utilizadores ao fazer pequenas mudanças nos seus computadores, como alterar o fundo do ambiente de trabalho, este tipo de malware evoluiu para uma ferramenta mal-intencionada usada para fins maliciosos como por exemplo a inutilização do sistema operativo. Na maioria das vezes, os vírus funcionam via ficheiros .exe para infetar computadores.
Para evitar estas circunstâncias, você deve verificar os ficheiros executáveis com um antivírus antes de os executar. Existem muitas opções de software antivírus, mas recomendamos escolher um que verifique em tempo real em vez de manualmente.

 

Spyware

Ao contrário dos vírus, o objetivo do spyware não é danificar o seu computador, mas sim o roubo de informação. Por norma, o Spyware é transmitido através de ficheiros executáveis e, uma vez executado, irá se instalar no computador sem o seu conhecimento. Uma vez executado, ele pode gravar o que você escreve, incluindo passwords e outras informações confidenciais. Os autores do spyware podem depois usar essas informações para, por exemplo, aceder ao seu email, contas bancárias ou qualquer outra coisa que você faça no seu computador.
Hoje em dia, a maioria dos antivírus inclui ou oferece uma solução de anti spyware.

 

Adware

Você é redirecionado para uma página específica que não conhece, sempre que inicia o seu browser? Aparece-lhe pop-ups ao navegar na internet? Se sim, muito provavelmente você está infetado com adware. Também conhecido como Potential Unwanted Programs (PUP), o objetivo do adware é que você clique em anúncios, que por muitas vezes são fraudulentos. Quer você clique no anúncio ou não, o adware ter algum impacto na sua largura de banda de internet e podem vir juntos com outros tipos de malware. O adware é por vezes extremamente difícil de remover completamente.
Uma atenção que deve ter em especial é que alguns programas de adware são incluídos por vezes com software legítimo, e apesar da sua instalação ser opcional, é necessário que o utilizador expresse que não os quer.

 

Scareware

Este tipo de malware funciona como o adware, no entanto não o quer enganar para clicar em anúncios, mas sim assustando-o para que você compre um software que realmente não necessita. Por exemplo, pode aparecer um anúncio pop-up que lhe informa que o seu computador está infetado com um vírus e que você precisa comprar um determinado software para o eliminar. Se você cair no erro em acreditar neste e clicar no anúncio, será redirecionado para um site onde poderá comprar o software antivírus, que na maioria das vezes é falso.
Uma boa solução de segurança deverá bloquear os sites que vendem este tipo de software, no entanto, você deverá estar atento e ligar para o seu suporte informático caso tenha dúvidas.

 

Ransomware

O Ransomware tornou-se nos últimos anos, uma tática cada vez mais utilizada e hostil. Esta encripta os ficheiros do seu computador e mantém-nos reféns até que você pague pelo código de lhe permitirá desencriptar a informação. O ransomware utiliza criptografia sofisticada, e caso seja vítima de um ataque destes, não terá muitas opções, a não ser que tenha backups da sua informação.
Existem algumas ferramentas que o podem proteger contra o ransomware, mas mesmo assim recomendamos que você faça backup dos seus dados e pratique uma navegação na web segura.

 

Worms

Semelhante aos vírus, os worms replicam-se para ampliar o alcance dos seus danos. No entanto, estes não exigem intervenção humana para se replicar porque utilizam falhas de segurança para se propagar, tornando-os muito mais perigosos do que o seu típico vírus. Um meio comum que utilizam é o email, onde enviam emails infetados para todos os que se encontram na sua lista de contactos. Foi exatamente isso que famoso “ILOVEYOU” fez, e que segundo as estimativas deu um prejuízo de aproximadamente $5,5 bilhões de dólares.
Aconselhamos a que tenha cuidado ao abrir links ou ficheiros suspeitos no seu email ou nas redes sociais.

 

Trojans

Normalmente provenientes de sites fraudulentos, os trojans criam backdoors que permitem que hackers tenham acesso ou controlem do seu computador sem o seu conhecimento. Podem desta forma roubar as suas informações pessoais, os seus ficheiros ou fazer com que seu computador pare de trabalhar. Por vezes, os hackers usam os computadores como um proxy para ocultar sua identidade, para enviar spam, ou para efetuar um ataque.
Para evitar os trojans, certifique-se que efetua downloads de sites fidedignos e que tem um bom antivírus instalado.

 

 

Conclusão

Para que se possa manter protegido de malware, você tem de ter consciencia que precisa de investir em soluções de segurança decentes, com proteção em tempo real, e tem de aplicar políticas na sua empresa para que esta realize boas práticas de segurança. Se você tiver alguma dúvida, ou simplesmente precisa de conselhos sobre como fortalecer a segurança de sua empresa, basta entrar em contacto connosco que o ajudaremos com muito gosto.